EXCELÊNCIA

Citada pela segunda vez, instituição melhora em quesitos avaliados, mas cai em classificação da lista divulgada pela Times Higher Education (THE)

Qualidade da UnB é avaliada em ranking internacional. Foto: Júlio Minasi/Secom UnB

 

A Universidade de Brasília volta a figurar entre as mil melhores instituições de ensino superior do mundo, segundo o Times Higher Education World University Rankings 2018. A lista da consultoria britânica foi divulgada nesta semana e traz a avaliação qualitativa das universidades quanto às suas atividades de ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e internacionalização. Essa é a segunda participação da UnB no levantamento, um dos principais do mundo na área da educação.

 

"Ficamos muito orgulhosos de voltar a figurar na lista das mil universidades mais importantes do mundo", disse a reitora Márcia Abrahão. "Esse resultado reflete o empenho da comunidade da UnB e o esforço institucional que estamos fazendo para sistematização e organização dos nossos dados", acrescentou. 

 

No total, 21 universidades brasileiras estão entre as pontuadas. Apesar de demonstrar melhora nos índices considerados na avaliação, se comparada à outra edição em que participou, em 2015, a UnB caiu na classificação geral. Atualmente, ela assume a posição entre as faixas 801 e 1.000. Antes, esteve no intervalo compreendido entre as colocações 601 e 800. Segundo a Decana de Planejamento, Orçamento e Avaliação Institucional, Denise Imbroisi, a Universidade não entrou na edição publicada em 2016 devido ao envio de informações incompletas. 

 

Quanto ao desempenho recente, ela pondera que não é possível realizar uma análise contundente dos fatores que interferiram na queda de posições. No entanto, Imbroisi considera importante destacar que, desta vez, a avaliação incluiu como novidade o pedido de informações sobre o valor arrecadado com pesquisas. 

 

“Agora é arregaçar as mangas e trabalhar para melhorar a nossa posição. A UnB precisa aprofundar os esforços de melhoria das atividades acadêmicas, num horizonte de recursos escassos”, considera a decana. Apesar do declínio na avaliação mundial, em outro ranking, também divulgado pelo centro britânico neste ano, a UnB foi considerada a 12ª melhor universidade do Brasil e a 19ª da América Latina.

 

AVALIAÇÃO –ATimes Higher Education é uma instituição de pesquisa, criada pelo jornal britânico The Times, em 2004, para avaliar a excelência de universidades em todas as partes do mundo.

 

Para o resultado final do levantamento, a organização considerou cinco critérios. São eles: ensino, pesquisa, citações, rendimento para indústrias e perspectivas internacionais. Os melhores desempenhos da UnB foram obtidos nos dois últimos quesitos, com pontuação de 31.7 e 31.2, respectivamente, o que representa melhora significativa com relação ao ranking de 2015.

 

Entre as informações enviadas à consultoria também foram incluídas estatísticas a respeito do percentual de estudantes internacionais (2%), a proporção de estudantes do sexo masculino e feminino, o número total de alunos e a razão entre estudantes e funcionários.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.