REFLEXÃO

Palestrante será o economista e professor da UnB José Luis Oreiro. Evento é promovido em parceria por UnB, Fiocruz e Movimento 2022

 

Nesta quarta-feira (18), o auditório da Fiocruz, no campus Darcy Ribeiro, recebe a terceira sessão do Programa Pensamento Estratégico Nacional e Saúde (Pensa), organizado pelo Núcleo de Estudos sobre o Futuro (n-Futuros) da UnB. O tema desta rodada vai debater as ideias da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), a qual estuda temas importantes para a região. O encontro começa às 18h30.

 

“A Cepal tem sede em Santiago, no Chile, e é um dos cinco organismos regionais da Organização das Nações Unidas (ONU), voltado para a tradição desenvolvimentista da América Latina”, introduz um dos coordenadores do Pensa, Armando Raggio. O palestrante será o professor do Departamento de Economia (ECO) da UnB José Luis Oreiro.

 

O Pensa é promovido pela escola de governo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), pelo Movimento 2022 – O Brasil que queremos e também pelo n-Futuros da UnB. O programa visa desenvolver ações futuras para superar a crise política e econômica e refletir sobre a consolidação definitiva do Sistema Único de Saúde (SUS). Entre os temas que o grupo discute estão Ciência e Tecnologia, Ecologia e Sustentabilidade, Educação, Saúde.

 

“Somos um grupo de pessoas que se reuniu para conversar sobre o momento atual brasileiro e o nosso sistema de saúde, e, assim, trazer melhorias para a qualidade de vida da sociedade”, declara Raggio.

 

Esta é a terceira edição do debate, que começou em agosto de 2017 e já trouxe à reflexão o Brasil pós-crise e o Plano de Desenvolvimento Nacional. A previsão é que haja mais dois eventos até o fim deste ano e que a iniciativa se repita em 2018. A participação nas palestras é livre, gratuita e sem inscrições.

 

 

*Estagiária de jornalismo na Secom/UnB.

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.